Benefícios da Acerola

Características da planta:

Arbusto de até 3 m de altura, tronco que se ramifica desde a base. Copa densa com folhas pequenas de coloração verde-escura e brilhante. Flores dispostas em cachos de coloração rósea a violeta-esbranquiçada.

 

acerolaFruto:

Fruto carnoso de superfície lisa ou dividido em 3 gomos, de coloração verde quando em desenvolvimento e vermelho-alaranjada quando madura. Contém 3 sementes. A frutificação ocorre 3 a 4 semanas após aparecimento das flores. O tamanho pode variar de 1 a 2,5 cm, diâmetro de 1 a 4 cm, e o peso de 2 a 10 g.

 

Cultivo:

Desenvolve-se em qualquer tipo de solo de fertilidade mediana, bem drenados. Prefere regiões mais quentes (25ºC a 27ºC), podendo ser cultivada o ano todo e principalmente na estação chuvosa. Possui crescimento lento e pode ser utilizada como planta ornamental.

 

Composição média por 100 gramas

Calorias 60kcal
Umidade 91,10g
Proteínas 0,68g
Fibra 0,60g
Cálcio 8,70mg
Fósforo 16,20mg
Ferro 0,17mg
Niacina 0,34mg
Vitam. C 1400,00mg
PH 3,38
Brix 7,50%
Acidez 1,76%

 

Informações gerais:

A cereja-das-antilhas, cereja-de-barbados, ou melhor, acerola, como é mais conhecida atualmente no Brasil, não deixa dúvidas quanto a sua orígem e aparência: a acerola - cujo nome é uma derivação do original espanhol, azarole - é denominação para uma frutinha bela e útil, que guarda certa semelhança com a cereja européia.

De cor vermelha bem forte quando madura, variando entre os tons alaranjados e o púrpura, com um perfume semelhante ao da maçã, de sabor levemente ácido, polpa macia e cheia de suco, a acerola já era usada há muitos séculos pelos nativos da região das Antilhas, da América Central e do norte da América do Sul. Por ser uma planta rústica e resistente, a acerola se propagou naturalmente e com facilidade por toda parte.

O interesse pela acerola e os estudos sobre suas potencialidades econômicas, no entanto, só foram despertados a partir dos anos 40, quando cientistas porto-riquenhos encontraram na porção comestível da fruta altos teores de ácido ascórbico, ou seja, vitamina C.

Descobriu-se que, na mesma quantidade de polpa de fruta, a acerola concentra, aproximadamente, até 100 vezes mais vitamina C que a laranja e o limão, 20 vezes mais que a goiaba e 10 vezes mais que o caju e a amora. Assim, bastariam quatro unidades da fruta por dia para suprir todas as necessidades de vitaminas C de uma pessoa adulta saudável.

Tratada como segredo de estado, a pequena fruta ficou aprisionada em Porto Rico até ser trazida às escondidas para o Brasil, no ano de 1956, por uma professora da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Das 245 sementes plantadas no campus da universidade, apenas 10 germinaram e se transformaram em plantas produtivas, e é bem provável que a maior parte das mudas plantadas no Brasil tenham sido geradas a partir daquelas primeiras matrizes.

 

Benefícios da acerola naturais:

Sabe-se, hoje, que pela concentração de ácido ascórbico que contém a acerola, não é apenas indicada na manutenção da saúde, como também evita a debilidade, a irritabilidade, a fadiga, a perda de apetite, além de diminuir a ocorrência de doenças infecciosas e de dores musculares e articulares.

Além disso, pode ser aplicada no combate a gripes e afecções pulmonares, no controle de casos com tendências a hemorragias nasais e gengivais, e como auxiliar nos tratamentos de doenças do fígado. E por tudo isso, a acerola é indicada na dieta de lactentes, crianças e adolescentes, de gestantes e nutrizes de organismos envelhecidos, desnutridos ou debilitados.

Tags: benefícios, acerola, sabor da fruta, novo mercadão

Compartilhe